Translate

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

 Tenho como certo a minha vontade de viver e a paixão pela vida...
 Contudo a paixão é cega
e só no âmago de seu obscuro
Consigo penetrar de forma silenciosa
no núcleo da tua verdade.



A vida sem senso
se busca consenso
 clamam por nexo 
casual
sexo?

transcendental
grupal
Pessoa 
reflexo 
sombra
intimo 
absinto obscuro
 clamam por vida 
que corre por tempo
e vive sem consentimento!

Eu me descubro
Cubro
Eu me percebo
perco
Onde não há mais lei
não há limites
não há mais fim
não há tudo, nem nada
eu me vejo nos olhos do mundo
Me vejo nos teus olhos
eu me permito nos detalhes do ser
Eu me descubro ser
Me aprendo ser
Eu me descubro 
Me cubro
Eu sou 

Palavra discorre do pensamento
O tempo corre
 infinita palavra
Devora

Marcada na história, 
guardada a sete chaves, presa ao diário
descrita nos dicionários
Jogada ao tempo ou caída no chão

Percebe a palavra, utilize somente quando necessário
não as julgue, não as coloque ao vento sem razão
(25.05.10)

As cores no céu misturadas ao som de palavras
mostram um angulo, um olhar 
Todas as letras cantadas dilatam o peito tenro com tanta credibilidade, é a tua voz 

O sol se confunde entre luzes e melodias
só um instante no meio da sentimentalidade 
escuto o suspiro intrépido

O tocar rodeado pela impetuosidade 
Delírios 
A respiração ofegante conduzia cada momento 
O céu se apaga e os corpos se estendem sob o luar

Chove na cidade, 
Nostalgia invade 
acendo um cigarro pra matar vontade.

Vontade de falar bobagem, olhar  o céu 
 brisa passa no ar e me deixo levar

Não consigo parar de rever a vida
Chove na cidade, 
Nostalgia invade

O olhar atento sob os passos 
Reparo os erros traçados 
a vida não tem stop
passos e mais passos 

Chove na cidade, 
Nostalgia invade
E a conclusão 
do minuto
sinta a chuva, os erros, as vitórias
sinta a vida
isso é se perceber humano.

(23.04.10)

Ouço gritos,
Gritos na rua
Gritos de desespero 
Gritos do asfalto
Gritos que correm pelas ruas
Ouço gritos de falcão
Gritos de expressão
Gritos tomados de não
Gritos de desilusão
Ouço gritos tomados por angustia
Gritos de perseguição 
Gritos que ecoam em vão
Gritos de Guerra e gritos de paz
Silêncio nos morros
Eles correm...
Os gritos